Need a unique gift idea?
A Pastebin account makes a great Christmas gift
SHARE
TWEET

Equação Quadrática

a guest Oct 7th, 2017 4 Never
Upgrade to PRO!
ENDING IN00days00hours00mins00secs
 
  1. {{mais notas|data=março de 2011}}
  2. {{revisão|data=dezembro de 2012}}
  3. [[Imagem:Webysther 20160313 - Função polinomial do segundo grau.svg|thumb|As soluções de uma equação quadrática correspondem às intersecções com o eixo x, das abcissas (raízes) de uma função polinomial do segundo grau.
  4.  
  5. No caso da figura, as raízes da função <math>x^2 -5 x + 6 = 0</math> são <math>x_{1} = 2</math> e <math>x_{2} = 3</math>.]]
  6.  
  7. Em [[matemática]], uma '''equação quadrática''' ou '''equação do segundo grau''' é uma [[equação polinomial]] de [[Grau de um polinômio|grau]] dois. A forma geral deste tipo de equação é:
  8. :<math>ax^2 + bx + c = 0</math>
  9.  
  10. onde ''x'' é uma [[variável (matemática)|variável]], sendo ''a'', ''b'' e ''c'' constantes, com ''a'' ≠ 0 (caso contrário, a equação torna-se [[equação linear|linear]]). As constantes ''a'', ''b'' e ''c'', são chamadas respectivamente de [[coeficiente]] quadrático, coeficiente linear e coeficiente constante ou termo livre. A variável ''x'' representa um valor a ser determinado, e também é chamada de [[incógnita]]. O termo "quadrático" vem de ''quadratus'', que em [[latim]] significa [[quadrado]]. Equações quadráticas podem ser resolvidas através da [[fatoração]], do [[completamento de quadrados]], do uso de [[gráfico de uma função|gráficos]], da aplicação do [[método de Newton]] ou do uso de uma [[#Fórmula|fórmula (apresentada abaixo)]]. Um uso frequente das equações do segundo grau é no cálculo das trajetórias de projéteis em movimento.
  11.  
  12. == Resolução ==
  13. Uma equação do segundo grau cujos coeficientes sejam [[número real|números reais]] ou [[número complexo|complexos]] pode possuir até duas soluções, chamadas de ''[[Raiz_(matemática)|raízes]]'' da equação. Elas são dadas pela seguinte fórmula:
  14.  
  15. <math>x = \frac{-b \pm \sqrt{b^2-4ac}}{2a},</math>
  16.  
  17. sendo ''a'', ''b'' e ''c'' os coeficientes da equação de segundo grau, e o [[Mais ou menos (símbolo)|símbolo ±]] indica que uma das soluções é obtida através da soma e a outra por meio da diferença.
  18.  
  19. No Brasil, essa fórmula é conhecida como ''Fórmula de Bhaskara'', mas em outros países é conhecida simplesmente como a ''fórmula geral para resolução da equação polinomial do segundo grau''<ref>Refatti & Bisognin (2005), p. 2.</ref>.
  20.  
  21. === Casos particulares ===
  22. ==== b = 0: ====
  23. É uma equação no formato <math>ax^2 + c = 0,</math> que pode ser resolvida levando-se em conta que:
  24. : <math>ax^2 + c = 0 \Leftrightarrow ax^2 = -c \Leftrightarrow x^2 = - \frac{c}{a},</math>
  25. para <math>\dfrac{c}{a} < 0,</math> a equação terá duas raízes reais simétricas. No caso <math>\dfrac{c}{a}>0</math> as raízes serão complexas com <math> Re(x)=0 </math> e complexamente simétricas, ou seja: <math> x_1=\overline{x_{2}} .</math>
  26.  
  27. ==== c = 0: ====
  28. É uma equação no formato <math>ax^2 + bx = 0,</math> cuja solução pode ser obtida considerando-se que:
  29. : <math>ax^2 + bx = 0 \Leftrightarrow x (ax + b) = 0.</math>
  30. De fato, neste caso tem-se necessariamente que <math>x = 0</math> ou <math>ax + b = 0,</math> sendo esta última alternativa equivalente a <math>x = - \frac{b}{a}</math>. Se os coeficientes forem reais, as raízes também serão.
  31.  
  32. ==== b = 0 e c = 0: ====
  33. Neste caso particular, temos simplesmente:
  34. <math> ax^2 = 0 ,</math>, cuja raiz dupla é 0.
  35.  
  36. === Demonstrações da fórmula quadrática ===
  37. A solução da equação do segundo grau utiliza um método astucioso: o [[completamento de quadrados]] (inspirado, por sua vez, nos [[produtos notáveis]]) que permite simplificar a equação ao extrair a raiz quadrada ao eliminar o termo em <math>x^2</math>:
  38.  
  39. Se <math>a\not = 0</math> então:
  40. {| role="presentation" class="wikitable mw-collapsible mw-collapsed"
  41. {| class="wikitable" align="center"
  42. |
  43. <math>\definecolor{gray}{RGB}{249,249,249}\pagecolor{gray}\begin{matrix} ax^2 + bx + c = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  44. (4a)(ax^2 + bx + c) = (4a)\cdot 0 \Leftrightarrow \\ \\
  45. 4a^2x^2 + 4abx + 4ac = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  46. (2ax)^2 + 2(2ax)b = -4ac \Leftrightarrow \\ \\
  47. (2ax)^2 + 2(2ax)b + b^2 = -4ac + b^2 \Leftrightarrow \\ \\
  48. (2ax + b)^2 = b^2 - 4ac\Leftrightarrow \\ \\
  49. \left|2ax + b\right| = \sqrt{b^2 - 4ac} \end{matrix}</math>
  50. |}
  51.  
  52. Logo, tem-se, por definição de [[módulo]], que:
  53. {| role="presentation" class="wikitable mw-collapsible mw-collapsed"
  54. {| class="wikitable" align="center"
  55. |-
  56. ! Se <math>\definecolor{darkgray}{RGB}{170,170,170}\pagecolor{darkgray}(2ax+b) \ge 0</math>
  57. ! Se <math>\definecolor{darkgray}{RGB}{170,170,170}\pagecolor{darkgray}(2ax+b) < 0</math>
  58. |-
  59. | style="vertical-align:top;" |
  60. <math>\definecolor{gray}{RGB}{249,249,249}\pagecolor{gray}\begin{matrix} 2ax + b = \sqrt{b^2 - 4ac} \Leftrightarrow \\ \\
  61. 2ax = \sqrt{b^2 - 4ac} - b \Leftrightarrow \\ \\
  62. x = \frac{ -b + \sqrt{b^2 - 4ac}}{2a} \end{matrix}</math>
  63. |
  64. <math>\definecolor{gray}{RGB}{249,249,249}\pagecolor{gray}\begin{matrix} 2ax + b = - \sqrt{b^2 - 4ac} \Leftrightarrow \\ \\
  65. 2ax = - \sqrt{b^2 - 4ac} - b \Leftrightarrow \\ \\
  66. x = \frac{ -b - \sqrt{b^2 - 4ac}}{2a} \end{matrix}</math>
  67. |}
  68.  
  69. Portanto,
  70. {| role="presentation" class="wikitable mw-collapsible mw-collapsed"
  71. {| class="wikitable" align="center"
  72. |
  73. <math>\definecolor{gray}{RGB}{249,249,249}\pagecolor{gray}x=\left \{\begin{matrix} \frac{-b + \sqrt{b^2 - 4ac}}{2a} \rightarrow r_1 \\ \\
  74. \frac{-b - \sqrt{b^2 - 4ac}}{2a} \rightarrow r_2 \end{matrix}\right.\Rightarrow x = \frac{-b \pm \sqrt{b^2-4ac}}{2a}</math>
  75. |}
  76.  
  77. Alternativamente, pode-se considerar a seguinte prova:
  78. {| role="presentation" class="wikitable mw-collapsible mw-collapsed"
  79. {| class="wikitable" align="center"
  80. |
  81. <math>\definecolor{gray}{RGB}{249,249,249}\pagecolor{gray}\begin{matrix} ax^2 + bx + c = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  82. a(x^2 + \frac{b}{a}x) + c = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  83. a(x^2 + \frac{b}{a}x + (\frac{b}{2a})^2 - (\frac{b}{2a})^2) + c = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  84. a(x + \frac{b}{2a})^2 - a(\frac{b}{2a})^2 + c = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  85. a(x + \frac{b}{2a})^2 - \frac{b^2}{4a} + c = 0 \Leftrightarrow \\ \\
  86. a(x + \frac{b}{2a})^2 = \frac{b^2}{4a} - c \Leftrightarrow \\ \\
  87. (x + \frac{b}{2a})^2 = \frac{b^2}{4a^2} - \frac{c}{a} \Leftrightarrow \\ \\
  88. x + \frac{b}{2a} = \pm \sqrt{\frac{b^2 - 4ac}{4a^2}} \Leftrightarrow \\ \\
  89. x = -\frac{b}{2a} \pm \sqrt{\frac{b^2 - 4ac}{4a^2}} \Leftrightarrow \\ \\
  90. x = -\frac{b}{2a} \pm \frac{\sqrt{b^2 - 4ac}}{\sqrt{4a^2}} \Leftrightarrow \\ \\
  91. x = \frac{-b \pm \sqrt{b^2-4ac}}{2a} \end{matrix}</math>
  92. |}
  93.  
  94. == Discriminante e o estudo das raízes ==
  95. Na fórmula acima, a expressão que aparece sob a [[raiz quadrada]] é chamada de discriminante da equação quadrática, e é comumente denotada pela letra grega [[delta]] maiúsculo:
  96. :<math>\Delta = b^2-4ac.</math>
  97.  
  98. Dessa forma, pode-se reescrever a fórmula resumidamente como:
  99. :<math>x = \frac{-b \pm \sqrt{\Delta}}{2a}</math>
  100.  
  101. Uma equação quadrática com coeficientes ''reais'' tem duas raízes reais, ou então duas raízes complexas. O discriminante da equação determina o número e a natureza das raízes. Há apenas três possibilidades:
  102. (Lembrando que todo polinômio de grau ''n'', tem até ''n'' raízes; No caso particular de grau 2, então, devem haver até duas raízes.)
  103.  
  104. * Se <math>\Delta > 0,</math> a equação tem duas raízes [[número real|reais]] e distintas.
  105. ** No caso de equações quadráticas com coeficientes inteiros, se o discriminante for um [[quadrado perfeito]], então as raízes são [[números racionais]] — em outros casos eles podem ser [[Irracional quadrático|irracionais quadráticos]].
  106. * Se <math>\Delta = 0,</math> a equação tem duas raízes [[número real|reais]] e iguais:
  107. : <math>x = \frac{-b}{2a}.</math>
  108. * Se <math>\Delta < 0,</math> a equação não possui qualquer raiz real. Em vez disso, ela possui duas raízes [[número complexo|complexas]] distintas, que são conjugadas uma da outra:
  109. ::{|
  110. |-
  111. |<math>x_1 = \frac{-b}{2a} + i \frac{\sqrt {4ac - b^2}}{2a}</math>
  112. | style="width:100px" align="center"| e
  113. |<math>x_2 = \frac{-b}{2a} - i \frac{\sqrt {4ac - b^2}}{2a},</math>
  114. |}
  115. : onde ''i'' é a [[unidade imaginária]].
  116.  
  117. == Geometria ==
  118. [[Imagem:Polynomialdeg2.svg|thumb|direita|200px|Para a [[função quadrática]]:<font size="2"> ''f'' </font>(''x'') = ''x''<sup>2</sup> &minus; ''x'' &minus; 2 = (''x'' + 1)(''x'' &minus; 2) de uma variável [[número real|real]] ''x'', as abcissas dos pontos nos quais o gráfico intersecta o eixo horzontal, ''x'' = &minus;1 e ''x'' = 2, são as soluções da equação quadrática: ''x''<sup>2</sup> &minus; ''x'' &minus; 2 = 0.]]
  119.  
  120. As soluções da equação quadrática
  121. : <math>ax^2+bx+c=0,</math>
  122.  
  123. são também as [[Raiz (matemática)|raízes]] da [[função quadrática]]:
  124. : <math>f(x) = ax^2+bx+c,</math>
  125.  
  126. uma vez que elas são os valores de ''x'' para os quais
  127. : <math>f(x) = 0.</math>
  128.  
  129. Se ''a'', ''b'', e ''c'' são [[números reais]] e o domínio de ''f'' é o conjunto dos números reais, então as raízes de ''f'' são exatamente as [[abcissa]]s dos pontos nos quais o gráfico toca o eixo ''x''.
  130.  
  131. Disto segue que, se o discriminante é positivo, o gráfico toca o eixo ''x'' em dois pontos, se for zero o gráfico toca em apenas um ponto e se for negativo, o gráfico não encosta no eixo ''x''.
  132.  
  133. === Perfil da Parábola ===
  134. A parábola de um polinômio de segundo grau possui apenas um máximo ou mínimo global. O perfil que a curva assume em um gráfico depende fundamentalmente dos coeficientes ''a'', ''b'' e ''c''.
  135.  
  136. * ''a'': Determina a concavidade da parábola. Valores negativos de ''a'' conferem à curva concavidade para baixo (aspecto de ∩), e valores positivos concavidade para cima (aspecto de U). Além disso, o [[módulo]] de ''a'' determina a abertura dessa concavidade.
  137. * ''b'': De interpretação mais difícil, a variação de ''b'' desloca a curva numa trajetória parabólica.
  138. * ''c'': Determina em que valor a curva corta o eixo ''y''. Precisamente, no eixo ''y'' tem-se <math> x = 0 </math>, logo a função reduz-se a <math>y = f(0) = c</math>.
  139.  
  140. == Forma fatorada da equação quadrática ==
  141. O termo
  142. : <math>x - r</math>
  143. é um [[Fatoração|fator]] do polinômio
  144. : <math>ax^2+bx+c,</math>
  145.  
  146. se e somente se ''r'' é uma [[Raiz (matemática)|raiz]] da equação quadrática
  147. : <math>ax^2+bx+c=0.</math>
  148.  
  149. Segue da fórmula quadrática que
  150. : <math>ax^2+bx+c = a \left( x - \frac{-b + \sqrt {b^2-4ac}}{2a} \right) \left( x - \frac{-b - \sqrt {b^2-4ac}}{2a} \right) = a \left [(x - r_1)(x - r_2)\right ].</math>
  151.  
  152. No caso especial em que a quadrática possui apenas uma raiz (<math>b^2 = 4ac,</math> isto é, discriminante nulo), o polinômio quadrático pode ser fatorado como
  153. : <math>ax^2+bx+c = a \left( x + \frac{b}{2a} \right)^2 =  a (x - r)^2 </math>
  154.  
  155. == Relações entre coeficientes e raízes ==
  156. As [[fórmulas de Viète]] fornecem uma relação simples entre as raízes de um polinômio e seus coeficientes. No caso do polinômio quadrático, elas tomam a seguinte forma
  157.  
  158. A partir de fórmula de Bhaskara, pode-se deduzir expressões bastante simples para a soma e para o produto das raízes <math>x_1</math> e <math>x_2</math> da equação:
  159. : <math> x_1 + x_2 = -\frac{b}{a} </math>
  160. e
  161. : <math> x_1 \ x_2 = \frac{c}{a}.</math>
  162.  
  163. Estas igualdades seguem diretamente da relação:
  164. : <math>\left( x - x_1 \right) \ \left( x-x_2 \right ) = x^2 \ - \left( x_1+x_2 \right)x +x_1 \ x_2 \ = 0 \ , </math>
  165. que pode ser comparada termo a termo com:
  166. : <math> x^2 + (b/a)x +c/a = 0 \ .</math>
  167.  
  168. Em alguns casos simples, o uso dessas propriedades permite que se deduza quais são as raízes, pela simples inspeção visual e tentativa de composição de dois números que satisfaçam as relações dadas para a soma e para o produto das raízes.
  169.  
  170. A primeira das duas fórmulas fornece também uma expressão conveniente ao traçar o gráfico de uma função quadrática. Uma vez que o gráfico é simétrico com relação a uma reta vertical passando pelo vértice da [[parábola]], quando há duas raízes reais a abscissa do vértice está localizada na média aritmética das duas raízes, isto é, seu valor é dado pela expressão:
  171. : <math> x_V = \frac {x_1 + x_2} {2} = -\frac{b}{2a}.</math>
  172.  
  173. A outra coordenada pode ser obtida através da substituição do resultado anterior na expressão quadrática, resultando em
  174. : <math> y_V = - \frac{b^2}{4a} + c = - \frac{ b^2 - 4ac} {4a}.</math>
  175.  
  176. Assim, o gráfico da função <math>f(x)=ax^2+bx+c</math> será sempre uma parábola com vértice em
  177. : <math>V=\left( \frac{-b}{2a},\frac{-\Delta}{4a} \right).</math>
  178.  
  179. Para um estudo mais detalhado do gráfico, ver [[função quadrática]].
  180.  
  181. [[Imagem:Excel quadratic error.PNG|thumb |350px|Gráfico de duas avaliações da menor raiz de uma quadrática: avaliação direta através da fórmula quadrática (preciso no pequenos valores de ''b'') e uma aproximação para raízes amplamente espaçadas (preciso para grandes valores de ''b''). A diferença atinge um mínimo nos pontos grandes, e o arredondamento provoca rabiscos na curva acima deste valor mínimo.]]
  182.  
  183. ===Instabilidade da equação quadrática===
  184.  
  185. Em termos práticos, as fórmulas de Viète fornecem um método útil para a busca de raízes de uma quadrática no caso em que uma raiz é bem menor do que a outra. Se |''x''&thinsp;<sub>1</sub>| << |''x''&thinsp;<sub>2</sub>|, então ''x''&thinsp;<sub>1</sub> + ''x''&thinsp;<sub>2</sub> ≈ ''x''&thinsp;<sub>1</sub>, e tem-se a estimativa:
  186. : <math> x_1 \approx -\frac{b}{a} \ . </math>
  187. Da segunda fórmula de Viète resulta:
  188. : <math>x_2 = \frac{c}{a \ x_1} \approx -\frac{c}{b} \ .</math>
  189.  
  190. Estas fórmulas são mais fáceis de avaliar do que a ''Fórmula de Bhaskara'' sob a condição de que uma raiz é grande e uma pequena, porque a fórmula de [[resolução de equações]] quadráticas avalia a raiz menor como a diferença entre dois números praticamente iguais (no caso em que ''b'' é grande), o que causa [[erro de arredondamento|erros de arredondamento]] em avaliações numéricas. A figura ao lado mostra a diferença entre (i) um calculo direto usando a fórmula de Bhaskara (preciso quando as raízes têm valores próximos) e (ii) uma avaliação baseada na aproximação das fórmulas de Viète dadas acima (precisa quando as raízes estão bem separadas). Conforme o coeficiente linear ''b'' aumenta, inicialmente a fórmula quadrática é precisa, e a fórmula aproximada melhora sua precisão, levando a pequenas diferenças entre os métodos ao aumentar ''b''. No entanto, em algum ponto a fórmula de Bhaskara começa a perder precisão devido aos erros de arredondamento, enquanto o método aproximado continua a melhorar.
  191.  
  192. Outro algoritmo robusto e menos propenso a erros de arredondamento envolve a utilização da seguinte fórmula, assumindo <math> \Delta > 0</math> e <math>b>0</math>:
  193. :<math>\begin{align}
  194. x_1 &= \frac{-b - \sgn (b) \,\sqrt {b^2-4ac}}{2a}, \\
  195. x_2 &= \frac{2c}{-b - \sgn (b) \,\sqrt {b^2-4ac}} = \frac{c}{ax_1}.
  196. \end{align}</math>
  197. Aqui, sgn é a [[função sinal]], em que <math>\sgn (b)</math> é 1 se <math>b</math> é positivo, e -1 se <math>b</math> é negativo. Isso evita certos problemas de cancelamento na conta.
  198.  
  199. Essas situações de instabilidade são frequentes em projetos de amplificadores, onde é desejável raízes bastante separadas para garantir uma operação estável.
  200.  
  201. === Outras relações entre as raízes ===
  202. Denotando-se as raízes de uma equação do segundo grau por <math>r_1</math> e <math>r_2,</math> sua soma por <math>S = r_1 + r_2</math> e seu produto por <math>P = r_1 \cdot r_2,</math> verificam-se as seguintes relações entre as raízes:
  203. {| role="presentation" class="wikitable mw-collapsible mw-collapsed"
  204. {| class=wikitable
  205. ! Expressão envolvendo as raízes
  206. ! Definição
  207. ! Relação com <math>S</math> e <math>P</math>
  208. |-
  209. |Soma do inverso das raízes
  210. |<math>\textstyle\frac{1}{r_1}+\frac{1}{r_2}</math>
  211. |<math>\textstyle\frac{S}{P}</math>
  212. |-
  213. |Soma dos quadrados das raízes
  214. |<math>r_1^2+r_2^2</math>
  215. |<math>S^2-2P</math>
  216. |-
  217. |Soma dos quadrados dos inversos das raízes
  218. |<math>\textstyle\frac{1}{r_1^2}+\frac{1}{r_2^2}</math>
  219. |<math>\textstyle\frac{S^2-2P}{P^2}</math>
  220. |-
  221. |Soma dos cubos das raízes
  222. |<math>r_1^3 + r_2^3</math>
  223. |<math>S^3 - 3S \cdot P</math>
  224. |-
  225. |Média aritmética das raízes
  226. |<math>\textstyle\frac{r_1 + r_2}{2}</math>
  227. |<math>\textstyle\frac{S}{2}</math>
  228. |-
  229. |Média geométrica das raízes
  230. |<math>\sqrt{r_1 \cdot r_2}</math>
  231. |<math>\sqrt{P}</math>
  232. |-
  233. |Média harmônica das raízes
  234. |<math>\textstyle\frac{1}{\frac{\frac{1}{r_1}+\frac{1}{r_2}}{2}}</math>
  235. |<math>\textstyle\frac{2P}{S}</math>
  236. |}
  237.  
  238. {{referências|Notas e referências}}
  239.  
  240. == Bibliografia ==
  241. * MURAKAMI, Gelson Iezzi Carlos. "Fundamentos da Matemática Elementar - Volume 1". 8ª Edição. São Paulo: Atual, 2004. ISBN 85-357-0455-8
  242. * Refatti, Liliane Rose; Bisognin, Eleni. ''[http://sites.unifra.br/Portals/36/tecnologicas/2005/Aspectos.pdf Aspectos Históricos e Geométricos da Equação Quadrática]''.
  243. * [[Elon Lages Lima]], Paulo Cezar Pinto Carvalho, Eduardo Wagner, Augusto César Morgado. ''[http://www.sbm.org.br/pageviews.php?secao=cpm13,&idcol=64 A Matemática do Ensino Médio - Volume 1]''. 5ª Edição. Capítulo 6. [[SBM]], 2001. ISBN 85-85818-10-7
  244.  
  245. {{Equação polinomial}}
  246. {{Portal-Matemática}}
  247.  
  248. [[Categoria:Equações polinomiais]]
RAW Paste Data
We use cookies for various purposes including analytics. By continuing to use Pastebin, you agree to our use of cookies as described in the Cookies Policy. OK, I Understand
 
Top