daily pastebin goal
30%
SHARE
TWEET

cadastro.

kimnahyerin Feb 23rd, 2018 (edited) 98 in 65 days
Not a member of Pastebin yet? Sign Up, it unlocks many cool features!
  1. .BASIC
  2.  
  3. Nome da personagem: Kim Nahye.
  4. Data de nascimento: 20/03/96.
  5.  
  6. Local de nascimento: Seul, Coréia do Sul.
  7.  
  8. Altura: ex: 1,65cm.
  9.  
  10. Faceclaim: Krystal Jung, f(x).
  11.  
  12. .CONTACT
  13.  
  14. Twitter: @LUA96KH
  15.  
  16. Tumblr: @lua-nahye
  17.  
  18. .ENROL
  19.  
  20. Status: ( x ) Novatx / (  ) Veteranx / (  ) Transferidx
  21.  
  22. Graduação: Artes visuais.
  23. Bolsista: (  ) Sim / ( x ) Não
  24.  
  25. Dormitório: ( x ) Sim / (  ) Não
  26.  
  27. Temos permissão para postar Gossip que envolvam o nome da sua personagem? ( x ) Sim / (  ) Não
  28.  
  29. Clube + Esporte: Fotografia e natação.
  30.  
  31. Personalidade: Quebrada. Muitos acontecimentos acabaram por deixá-la assim, quebrada; Até hoje procura os pedaços perdidos para poder juntá-los, um por um, solitária ou não. Não esbanja felicidade o tempo inteiro, costuma a andar com a cara fechada quando algo vem incomodando-a. Possui uma leve dificuldade para socializar, é uma caixa, uma caixa com correntes e nele existem cadeados, cadeados que precisam ser abertos — aos poucos, encontram as chaves de cada um deles para abri-los. Não hesita em ajudar alguém, bondade e gentileza fazem parte da coreana. Intensa, os que conseguiram abrir os cadeados e que a conhece com perfeição, dizem que ela é. Intensidade é algo forte demais, faz cair máscaras, faz você não querer mais nada de superficial. Quando encontra alguém intenso, sabe que dali para a frente não tem volta, cada gole que você dá no fulgor da intensidade, é uma caminhada sem volta para o aprofundamento da alma. Do amor ao desprezo, ela sente demasiadamente. Além de ser extremamente desastrada e esquecida, é ansiosa e frequentemente sofre com crises.
  32.  
  33. Background: A menina cresceu rodeada de coisas boas ao seu redor. Morou a vida toda numa casa de tamanho mediano, mas sofisticada de todo o modo, localizada em Paris, onde acreditava que poderia fazer qualquer coisa. Nunca iria esquecer das memórias boas que criou naquele lugar. A vizinhança amável, as tardes que passou admirando a mãe pintando na varanda, e as ruas bonitas onde brincava com as outras crianças ricas. Pela pouca idade que tinha na época, não compreendia bem o que aqueles traços peculiares significavam, apenas enxergava linhas e curvas, mais tarde, tentava imitar.
  34. E então, a mãe não estava mais ali. Já crescida, havia tentando tirar a própria vida inúmeras vezes. Nahye quase que se perdeu no mundo por um instante, talvez meses. Anos em que não sabia mais como era se sentir confortável na própria pele, completamente desemparada. O pai também não soube lidar com a perda da esposa, se tornando um homem frio e ranzinza com o decorrer dos dias, negligenciando a filha em casa. Era como se não se importasse com o que quer que ela estivesse pensando em fazer, não imaginava o inferno pessoal que a garota passava no colégio, não sabia de nada e não fazia questão de saber. Tudo havia mudado, era estranho como o mundo não fazia mais sentido algum em ambos os pontos de vista.
  35. Arrumar alguém era difícil, trabalhar era algo díficil e frustado por não conseguir seguir em frente, descontava toda a  raiva na garota, mesmo sem ter a intenção. Ela, cansada de fazer o possível para ajudá-lo e sempre receber chutes, decidiu tomar um rumo e sair das custas deste. Ainda tinha uma inspiração, estava disposta a seguir os passos da mãe. Colorir telas esbranquiçadas, o corpo, sujar os dedos e roupas era incrível, dar cor ao que não tinha cor era incrível. Antigamente, o pai era um empresário, e a mãe uma artista que aos poucos ganhava reconhecimento, alguns tinham interesses nas artes, admiravam-as e não se continham, acabavam por compra-las. Amantes da arte, donos de museus e idosos aposentados com muito dinheiro na conta, também admiradores de um bom quadro eram os mais que fazia questão de mercar as obras da mulher.
  36. Não demorou muito para que arrumasse as coisas, voltou para a Coréia na esperança de estudar o que tanto gostava, recomeçar e conhecer novas pessoas, dessa vez nem mesmo as dificuldades para se relacionar atrapalharia a jovem. As pedras no caminho seriam removidas com maestria, absolutamente nada seria capaz de a impedir de cumprir seus objetivos. Então entrou para Laforet University of Arts, determinada a ser alguém melhor, uma artista segura e intensa, como sua mãe era.
  37.  
  38. Informações Adicionais:
  39. É uma completa geek e esconde isso muito bem. Ela é apaixonada por jogos, filmes, livros e histórias em quadrinhos, tendo o homem-aranha como seu herói favorito.
  40. Apaixonada por felinos. Gatos, tigres, leões... Seu sonho distante e quase impossível é domesticar um leão. Seus dois gatinhos, Narciso e Vincent ajudam Nahye a superá-lo.
  41. Um instumento em especial que sabe tocar e que aprecia bastante é o piano. A jovem permanece horas com os dedos ágeis sobre as teclas, tocando e cantando suas músicas favoritas, as animadas tornavam-se lentas e melancólicas.
  42. Não se irrita com facilidade, evita o máximo discussões e desentendimentos, porém, quando tirada do sério, torna-se o próprio diabo. Não é muito boa em controlar-se em momentos que os nervos estão à flor da pele, quando suas costas começam a pesar e a cabeça parece explodir, já chegou a quebrar vasos, objetos importantes e machucar a própria mão após uma sequência de socos na parede. Geralmente, pintar e tocar são as únicas coisas que acalmam a garota.
  43. Usa ósculos apenas por achá-los bonitos.
  44. Apesar de amar a chuva, não suporta trovões e raios. Fica extremamente agoniada, chegando até a desabar em lágrimas quando chuvas fortes vem acompanhadas destes.
  45. Fluente em inglês e francês.
  46. Julga pessoas sérias, fechadas e problemáticas interessantes, não sabe-se ao certo se é um tipo de fetiche, mas pessoas assim causam certa curiosidade na jovem, deixando-a intrigada, querendo aprofundar-se mais e descobrir absolutamente tudo sobre a mesma.
  47. Possui certo trauma de relacionamentos. Os que teve nunca foram duradouros e muito menos agradáveis.
  48. Viciada em café e chocolate. Adora cafeterias, costuma a achar o ambiente confortável e inclusive, trabalhou em algumas. Se caso quiser chamá-la para sair, cafeteria é uma ótima escolha.
  49. Festeira, ama festas e bebidas alcóolicas. Tem a mania de afogar quase todas as mágoas ingerindo álcool e saindo para casas noturnas, onde muitas vezes acaba se relacionando com alguém, coisas do momento.
  50. Senha da reserva: Baechu.
  51.  
  52. .QUIZ
  53.  
  54. ( pedimos que as perguntas sejam respondidas em ic, para que possamos avaliar sua personagem e encaminha-lx para a casa correta!)
  55.  
  56. Uma frase: Love is a battlefield.
  57.  
  58. 1) Qual destas características condiz mais com sua personalidade?
  59. b. Honestx.
  60.  
  61. 2) Para você, qual seria o ápice de sua vida acadêmica?
  62.  
  63. b. As festas incríveis que seria capaz de dar e todas as coisas que eu poderia fazer.
  64.  
  65. 3) Dentre as opções, selecione aquela que consideraria inaceitável.
  66.  
  67. b. Permitir que outra pessoa ofenda alguém que você ama.
  68.  
  69. 4) Um defeito e uma qualidade que se encaixe em você.
  70.  
  71. c. Careta, mas focadx.
  72.  
  73. 5) Quão longe você iria para encobrir um escândalo no qual foi acusadx de se envolver?
  74.  
  75. d. Não faria nada, pois não daria a mínima, independente do quanto isso fosse me afetar.
RAW Paste Data
We use cookies for various purposes including analytics. By continuing to use Pastebin, you agree to our use of cookies as described in the Cookies Policy. OK, I Understand
 
Top