daily pastebin goal
22%
SHARE
TWEET

Christian, O Paladino.

Rennerx Dec 15th, 2017 (edited) 57 Never
Not a member of Pastebin yet? Sign Up, it unlocks many cool features!
  1. Me juntei ao mundo dos mortos, tragado por um Brujah já esquecido, Annya a Bela, acho
  2. que ela pereceu em Cartágo, presa no solo junto com o senhor de nosso clã, ainda posso
  3. ouvir a voz dela me chamando, sussurrando ordens, eu claro sou um soldado leal, leal
  4. aos meus princípios e não para senhores. Eu e Anny desbravamos o mundo, testemunhamos a queda do último Imperador Mogol e as
  5. batalhas travadas por ingleses e franceses, além das batalhas entre os ingleses e as
  6. últimas forças indianas que tentaram recuperar o poder sobre suas terras mais acabaram
  7. subjugados por nós e pelos ingleses.
  8.  
  9. Eu continuei um cruzado, um paladino negro, destruindo todos os monstros que espreitam a humanidade,
  10. prezando pelo silencio do sangue.
  11.  
  12. Ela uma visionária, sábia e contemplativa, uma amaldiçoada da qual nunca mais vi igual, claro,
  13. têm Saulot e suas crias, eu nunca vi ele pessoalmente, mas conheci muitos anciões de
  14. sua prole incluindo Zaziel o guerreiro.
  15.  
  16. Não se iluda, depois de todo esse papo, você pode achar que sou um tipo solidário,
  17. alguém politicamente correto, não me faça rir, arrancaria a carne do seu corpo tão
  18. facilmente quanto lhe olho, sou um soldado, e soldados lutam, lutam e morrem em campo
  19. de batalha.
  20.  
  21. O tempo passou, perdi minha família, amigos, humanidade, perdi minha progenitora, mas
  22. continuei leal a mim mesmo, me juntei aos exércitos da Prússia que buscavam unificação
  23. e após diversas vitórias lideradas pelo chanceler Bismarck vi nascer o Império Alemão.
  24. No auge da modernidade foi neste período que, fui chamado pela Camarilla, agora sou um
  25. Neófito, um soldado, jurei lealdade ao meu clã, meu Justicar, ao círculo Interno, e mim
  26. mesmo, e aqui estou essa noite desperto mais uma vez, levando justiça, regando com
  27. sangue o chão onde pisa nossos inimigos.
  28.  
  29. --
  30.  
  31. "Acertei o rosto dele duas vezes, meus punhos são como um martelo de aço, tão poderoso quanto, tão letal se não mais que aço, esse é dom da minha linhagem.
  32.  
  33. O desgraçado voou pela janela gritando o nome de seus deuses negros enquanto sangue e dentes espirravam por todos os lados, não quero me gabar, mas além de ser muito forte sou muito rápido, ganharia facilmente do corredor mais rápido dos humanos, atingiria você antes mesmo que sua provocação terminasse.
  34.  
  35. Foi assim com esse maldito filho da mãe, ele até onde eu sei é um servo do demônio, ele cultua coisas ruins, sim, eu sei somos algo ruim, algo said de um conto de terror, mas ele é algo pior, cultua coisas que fariam um serial killer estuprador choramingar como uma menininha, não, definitivamente não tenho medo deles, sou um cruzado em nome de nosso senhor, da Carimarilla, e sou leal.
  36.  
  37.  
  38. Eu saltei a janela do terceiro andar quando ele foi atirado pela força de minha pancada, quando  atingi o solo pude ver ele sorrindo para mim, língua reptiliana, ele invoca algumas palavras em latim, e surge do nada chamas azuladas, eu pulo para um outro lado, caio em uma lixeira, meu braço arde, uma dor que nunca havia sentido antes, vejo vermes comendo a carne chamuscada. Parto para cima dele de novo, dessa vez o atinjo bem no estômago, ele cospe sangue depois disso, meu joelho simetricamente acerta ele no maxilar, que estoura. Quando ele cai a brincadeira acaba, saco minha espada, estava debaixo do meu casaco longo, o golpe é letal, sua cabeça cai no chão.
  39.  
  40. Eu parto debaixo da luz do luar, feliz por ter destruído mais um desses vermes."
RAW Paste Data
We use cookies for various purposes including analytics. By continuing to use Pastebin, you agree to our use of cookies as described in the Cookies Policy. OK, I Understand
 
Top