SHARE
TWEET

filhão

baekwho Jan 24th, 2020 83 Never
Not a member of Pastebin yet? Sign Up, it unlocks many cool features!
  1. Através do casamento arranjado entre os herdeiros das duas maiores empresas pesqueiras da Coreia e Japão respectivamente, Hide Minatozaki e Kyo Gyunghui deram a luz a Hoshi, um pequeno garoto de cabelos negros que nasceu e cresceu no litoral de Fukuoka.
  2.  
  3. Ao contrário do clima tranquilo e ensolarado que o litoral exalava, a tempestuosidade se mantia sempre presente dentro do lar da família Minatozaki. Hoshi nunca teve pais presentes, eles sempre estiveram mais ocupados resolvendo assuntos relacionados a negócios do que lhe dando atenção e carinho. Afinal, como um casal conseguiria amar um filho quando eles nem sequer se amavam?
  4.  
  5. Durante boa parte da sua infância, o pequeno Minatozaki foi tratado como um ser invisível dentro da própria casa, mas tudo começou a tomar um rumo diferente conforme ele foi crescendo. Receber a atenção de seu pai, aquele homem imponente e altivo, sempre foi um grande desejo. Contudo, Hoshi não esperava que fosse receber um fardo ainda maior na suas costas assim que teve o olhar de seu genitor sobre si.
  6.  
  7. Hide Minatozaki era um homem ganancioso. Ele não enxergava Hoshi como um filho, mas sim como uma forma de expandir seus negócios e perpertuar sua linhagem. Isso o motivou a começar disciplinando o seu herdeiro da própria forma, não toleraria que o garoto tivesse falhas. Hoshi devia ser uma máquina perfeita para negócios, assim como ele era.
  8.  
  9. A pressão era grande, porém as punições eram ainda mais severas. Aquela criança inocente passou anos e anos sentindo a crueldade de seu pai queimando sua pele, arrancando lágrimas. Todos os tapas, gritos, gemidos, Hoshi sentiu arder dentro da sua alma. Tão jovem, muitas vezes ele desejou nunca ter nascido.
  10.  
  11. O inferno de Hoshi durou até seus quinze anos de idade, quando foi mandando para Busan, morar com seus avós maternos. Depois de observar calada o garoto ser agredidado e violado por seu marido, Gyunghui decidiu tomar uma providência que não prejudicasse a reputação daquela família. O relacionamento do Minatozaki e sua mãe não era o melhor, entretanto, aquele ato consciente da mulher fez a vida de Hoshi tomar um outro rumo.
  12.  
  13. A adolescência em Busan compensou toda os anos de dor dentro da casa dos Minatozaki, seus avós conseguiram ser mais acolhedores do que seus próprios pais. Foi um momento necessário para que Hoshi mantasse sua estabilidade, porém foi a época onde outras inseguranças começaram a surgir.
  14.  
  15. A ideia de se atrair por garotos sempre soou impossível para Hoshi, afinal, ele foi criado para assumir a herença de seus pais, se casar com uma bela mulher e ter filhos. Quando ele começou a enxergar um de seus colegas de classe de uma forma diferente, ele soube que tinha um problema em mãos.
  16.  
  17. Na mesma medida em que foi libertador, se descobrir homossexual foi extremamente doloroso para o Minatozaki. Ele se sentiu uma decepção para seus pais, ele se sentiu uma decepção para seus avós e, pior, ele se sentiu uma decepção para si mesmo. Na sua cabeça, todo aquele sentimento, toda aquela atração que ele sentia não era nada além de um reflexo dos abusos que sofreu nas mãos de seu pai. Um pensamento um tanto quanto ignorante, mas para Hoshi aquela era a única explicação.
  18.  
  19. Sua dúvida se perdurou por muito tempo até ele descobrir que era correspondido pelo garoto o qual se atraia, eles passaram um bom tempo juntos e ter ao seu lado uma pessoa que sentia a mesma coisa estranha por homens era um tanto reconfortante. Eles viveram um relacionamento intenso, nem tudo eram rosas, mas aquele garoto fazia Hoshi se sentir bem.
  20.  
  21. Entretanto, sua intensa paixão adolescente dividia o coração com sua paixão pela música. Hoshi teve aulas de piano desde cedo, aprendeu a gostar de música clássica depois de ver que o conteúdo das suas aulas semanais serviam com vávula de escape da realidade. Mais tarde, ele descobriu o R&B. As melodias românticas que Mariah Carey e Utada Hikaru cantavam o fizeram sentir como se estivesse escutando algo mágico, parecia magia em sua mais pura forma.
  22.  
  23. A onda de música pop que estava se desdobrando no mercado sul-coreano naquela época fez Hoshi ter uma nova perspectiva, talvez aquela fosse a chance dele. Mas para isso, teve que abrir mão de muitas coisas, começando pelo seu relacionamento.
  24.  
  25. A sede das grandes gravadoras sempre se concentraram na capital, isso significava que Hoshi teria que tentar a sorte em Seul caso quisesse fazer uma audição. Diante daquela situação, manter uma relacionamento a distância parecia inconcebível, por isso teve que escolher entre o namoro e sua grande paixão.
  26.  
  27. O término foi turbulento, eles passaram por uma discussão feia e que resultou em muitas lágrimas no final do dia. Porém Hoshi estava decidido em fazer o que fosse para conseguir alcançar o que queria, isso o levou a confrontar tanto seus pais quanto seus avós. Como consequência, teve que abrir mão também do apoio de sua família.
  28.  
  29. Com um pequeno empréstimo de seus avós, que disseram que aquela seria a última coisa que o dariam, Hoshi partiu para Seul. Passou por dificuldades que nunca pensou que teria que passar na vida, como racionar o dinheiro para pagar seu almoço e sua hospedagem em um pequeno lugar na capital.
  30.  
  31. Conseguiu seu primeiro emprego ali, trabalhando no café da gentil e acolhedora, Lee Sora. O vínculo que criou com a mulher foi imediato, ela o acolheu e tratou como nunca tinha sido antes, não demorou para que eles estabelecessem uma verdadeira relação de mãe e filho, chegando ao ponto do Minatozaki realmente chamá-la de omma.
  32.  
  33. Depois de fazer inúmeras audições, Hoshi foi aceito em uma das maiores e mais requisitadas empresas de entretenimento no mercado. Se separar de Sora não foi fácil, mas ele prometou sempre se lembrar de ela. Depois de dois anos de treinamento, Hoshi teve a chance de brilhar em cima dos palcos como líder e vocalista principal do grupo masculino em ascensão, f(y).
  34.  
  35. Infelizmente as consequências de ter um sobrenome tão importante quanto o seu continuou o seguindo, por isso passou um bom tempo sobre a sombra de seu pai até provar o seu real talento e mostrar que ele era mais do que o filho de um grande empresário, mas sim um artista de verdade. Ele se tornou querido e ele era muito grato por todo o amor que recebia de suas fãs, porém o seu sonho rapidamente se tornou um pesadelo.
  36.  
  37. Pouco antes do primeiro retorno do grupo, todos os portais de notícia online foram infestados com a informação que Hoshi Minatozaki, integrante da boygroup do momento e filho de um dos empresários mais tradicionais do Japão, era homossexual. As informações haviam sido vazadas por uma sasaeng que comprou todas as fotos e relatos do ex-namorado do Minatozaki. A partir daquele momento, tudo caiu por terra.
  38.  
  39. Foi atacado tanto pelas fãs quanto pelos internautas mais conservadores, fotos dele ao lado de seu ex-namorado estavam sendo espalhadas por toda a internet e o pior de tudo, todos pareceram virar as costas para si naquele momento. Foi humilhado pelo presidente da empresa na frente de seus colegas de grupo, estes que assistiram tudo calados. Seu manager não conseguia nem manter contato visual, suas fãs pareceram nunca terem jurado amor eterno.
  40.  
  41. Em contrapartida, sua família quis que ele voltasse imediatamente para Fukuoka, mas diante aquela situação, depois de tudo pelo o que havia passado, Hoshi preferia morrer a ter que voltar e ser infernizado por seu pai. Por isso, procurou a mesma pessoa que o tinha acolhido nos momentos de dificuldade, procurou um verdadeiro colo de mãe.
  42.  
  43. Lee Sora secou suas lágrimas e o abraçou, sem julgamentos. Naquele momento, Hoshi sentiu que ela era a única pessoa com quem podia contar no mundo. Ela não se importou em lhe dar um teto, mesmo que fosse de graça, ela o via como um filho na mesma medida em que o Minatozaki a enxergava como uma mãe.
  44.  
  45. A depressão foi algo que sempre esteve presente na vida de Hoshi, porém ele só percebeu isso quando teve a música, um dos seus únicos alívios, tirada de si. Ele ainda podia fazer música, mas sempre que tocasse a lembrança amarga de que um dia chegou tão perto do seu sonho surgiria para caminhar junto com a depressão.
  46.  
  47. Viver uma vida regular ao lado de Sora o fez enxergar o aconchego na simplicidade, era aquele abraço, era aquela mulher que o fazia não desistir totalmente de sua vida. Entretanto, o sentimento de que não podia contar com mais ninguém além dela permanecia ali. As pessoas continuariam o olhando com desdém, não importa onde fosse, seja no café ou na universidade.
  48.  
  49. Hoshi preferiu conviver com esse sentimento de letargia, vivendo um dia de cada vez até ver onde nisso iria dar, aceitando o fato de que morreu uma estrela para se tonar um buraco negro. Escuro e vazio.
RAW Paste Data
We use cookies for various purposes including analytics. By continuing to use Pastebin, you agree to our use of cookies as described in the Cookies Policy. OK, I Understand
Top