Guest User

Untitled

a guest
Apr 24th, 2019
5
Never
Not a member of Pastebin yet? Sign Up, it unlocks many cool features!
  1. Interessante, dei uma olhada no fórum do Zorin e falaram que iriam lançar a nova versão em Outubro de 2018.
  2. É provável que a nova versão seja baseada no 18.04. Falta pouco para lançarem o 20.04 e quando for lançado, o Zorin já vai está "desatualizado" quando a versões do pacotes. É provável que também muitas novidades cheguem no 20.04 que o Zorin ficará de fora (mas isso é suposição).
  3.  
  4. Os motivos que me fizeram optar pelo Manjaro foram muitos (vou tentar listar alguns deles).
  5. 1. Facilidade de ter versões mais novas de pacotes.
  6. 2. Não há necessidade em usar Snap, Flatpak e AppImage. Essas opções me deram muita dores de cabeças e não considero estáveis e prontas o suficiente para serem usadas em massa. Encontrei no Manjaro uma opção pra "fugir" delas. Claro que você pode instalá-las se quiser, é puramente opcional o uso.
  7. 3. Repositório amplo. Há quem diga que o Debian tem um repositório maior que o Arch, mas utilizando o mesmo junto com Ubuntu percebi o oposto. No Arch/Manjaro encontrei muita coisa que não encontrava no Ubuntu e Debian. Muita das coisas eu precisava ir em site de terceiros buscar um versão deb ou pior (ter que compilar um tar.gz), bem antes da existência dos Snap, Flatpak e AppImage. Que não nego sua importância, mas já te disse o motivo de não usá-los.
  8. 4. AUR também foi outro fator que me fez optar pelo mundo Arch. A quantidade de coisa que tem ali ajuda muito a não depender de snap, flatpak e similares e também não quer que caçar pacotes em site de terceiros. Além do diferencial do ppa, que você pode ler o PKGBUILD e ver se há algo suspeito, pode analisar os pacotes, pode ver a popularidade e votação.
  9. 5. Escolhi o Manjaro ao invés do Arch pelos facilitadores. O Arch é muito manual e mais instável que o Manjaro. Os pacotes no Manjaro são testados por 3 a 4 semanas antes de ser enviado aos usuários. No Arch apenas 3 dias. Assim eu tenho certa estabilidade somado ao fato de ter pacotes mais novos.
  10. 6. Como falei acima dos facilitadores, alguns deles são: Pode instalar o Manjaro por GUI (forma gráfica). No Arch isso não existe POR PADRÃO, há até alguns scripts que te ajudam, mas preferi o Manjaro. PS: Sim, já usei Arch e Antergos, mas ambos não tem os facilitadores.
  11. 7. Os facilitadores que me refiro são vários, um deles é a o Manjaro Settings Manager que te possibilita instalar pacotes de idioma complexos, manusear driver (remover, instalar mais de um, atualizar), tudo isso a um clique e sem usar terminal. Outro fator é a facilidade de instalar drivers. O Manjaro é semelhante ao Ubuntu nesse sentido (tirando o facilitador de instalação de kernel que não existe implementado no Ubuntu).
  12. 8. Outro motivo é que há opções de diversas interfaces gráficas, bem mais completo que o próprio Ubuntu e Mint. Há opções até mesmo com WM puros como Awesome, i3wm, Bspwm e Openbox. Há versões "mínimas" de muitas DEs. Há também a possibilidade de criar sua própria versão usando o Manjaro Architect (semelhante ao Ubuntu Mini).
  13. 9. Poucos processos rodando em segundo plano (em comparação com Ubuntu e Mint). Seleção de software que me agrada (pessoal), pode instalar pacotes de forma gráfica usando o Pamac.
  14. 10. Também gosto do estilo dos comandos no Arch. Acho que são mais complexos, variados e bem específicos. Gosto da velocidade de instalar os pacotes pelo pacman. Gosto da comunidade (em comparação com a comunidade do Arch, a do Manjaro é muito mais acessível e não-elitista).
  15. Existem outros motivos, mas que não me lembro agora.
  16.  
  17. Boa parte da minha vida sempre usei distros baseadas em Debian e Ubuntu. Quando descobri o mundo Arch e mais especificamente o Manjaro, acabei me apaixonando. Eu também testo outras distros, pois tenho um computador específico para isso, mas meu computador de trabalho/doméstico/padrão é o Manjaro.
  18.  
  19. Sobre a demora pra lançar versões no Zorin, eu até pensei que o "dono" da distro tinha largado de mão pelo tempo de demora pra sair nova versão, mas o beta provou o contrário (testei o Beta e gostei muito) e também vi reviews de canais gringos (no Brasil ninguém testou - que tenho conhecimento). Concordo com o "quando ficar pronto, a gente lança" em relação ao Zorin, é bem isso mesmo. Eu usava o Zorin alguns anos como distro principal, gostava da forma que funcionava (tirando o excesso de bugs e crashes sem motivos algum), isso melhorou muito até a última versão.
  20.  
  21. Quanto ao LibreOffice não se suficiente (eu tenho minhas duvidas porque nunca usei ele pra valer), mas vejo muitos recomendado o WPS Office ou mesmo a versão online do Offie pra Linux. Nunca utilizei eles, porque o uso do LibreOffice pra mim é bem básico. Talvez pra quem utilize de forma hardcore pode faltar algo, falo o mesmo do GIMP.
  22.  
  23. Os pacotes não são compatíveis com Arch? Até são. Muitos pacotes do Arch são versões do DEB e RPM transformadas pra funcionar via pacman. Bem similar com o Solus e o EOPKG. A difença é que no Arch você não precisa baixar uma versão de fora já que os repositórios são bem completos e como disse, temos a AUR. O modo de funcionamento do Arch é diferente. O Arch/Manjaro usa o .PKG.TAR.XZ e suas variações com ou sem binários.
  24. Sinceramente, aqui no Manjaro não teve nada que me faltou que tive que procurar por fora. Só uma vez que estava querendo testar uma versão específica do LibreOffice e não queria esperar alguns dias pra chegar no Manjaro aí usei o pacman -U e "baixei" por fora. Google Chrome, Opera, Flash Player, tudo isso é instalável facilmente. Você não vai precisar procurar por DEB e RPM. Use o Pamac. Lá vai ter suporte ao repositórios oficiais, se não tiver o que você quer, ative o suporte a AUR pelo próprio Pamac e instale. Se não quiser usar o AUR, pode usar instalar o Snap, Flatpak e AppImage. Se ainda assim não quiser, pode usar o pacman -U, pode compilar... Existem n formas de fazer as coisas. Mas o Pamac já me serve pra tudo.
  25.  
  26. Sim, o mundo Linux meio que padronizou o formato DEB e também padronizou o Ubuntu. Mas isso não quer dizer que você tenha que usá-los porque se não usar não terá seus programas acessíveis, isso é mito. Como disse, o Arch/Manjaro funcionam diferente.
  27. Se quiser testar o Manjaro, você pode usar a máquina virtual, usar um pendrive no modo live-usb (só pra ver como é), usar outro computador, ou fazer dualboot, trialboot. Não sei.
  28. Boa sorte!
RAW Paste Data